quarta-feira, 21 de novembro de 2007

DE SONHOS, MENINOS!


Sonhos, meninos, sonhos!
Meninos, eu vivo de sonhos!
Espero a noite cair e deleitada
Me deixo cair sobre a cama
e nela me deixo sonhar sem limites...
Não dou avisos
parto para todas as viagens
sem a preocupação
dos bilhetes
e os distúrbios normais
e anormais
dos trânsitos impessoais...
Bem que eu poderia também
passar as manhãs e as tardes
a sonhar longe das limitações
Mas... e é para isto que existem
os mas...
Há que se responder quando
nos chamam e cumprir as
muitas tarefas madrastas
enquadradas no fator
realidade.
E depois aguardar novamente
a noite, ah, noite!...
mesmo se aí já se escaparam
um ou ou outro sonhos...
Sonhar... voltar a sonhar...

(Ouvindo novamente - deliciada, encantada!! - o disco de Candemil e Quilha. Vou ter que falar deles...)

Imagem: da net

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails