sábado, 8 de dezembro de 2007

NUVEM NO CÉU AZUL



Tenho uma verdade para entregar-te
não vem de fundo nenhum, nem de mim
talvez da tona, do plano, da frente
do que vês...
É hora, é tempo, é vez...
Tenho uma mentira para mim
não vem de fora, vem de mim
e mesmo se em palavras parece-se
muito comigo... parece minha filha...
filha da mentira, ela carece
de consistência...
E se eu quisesse brincar
de machucar
Poderia chorar por nada
Quando fores me tocar...
Então quando fores me tocar
Por favor, avisa...
Não sei o que posso...
O que em mim não precisa
meus esforços são
meus comodismos...
Deixa-me brincar sozinha
Eu sempre brinquei sozinha
é bem melhor brincar sozinha
Nem só, sozinha...


(Ouvindo Kid Tunstall, Hold On - Antes passaram outras.... agora chega Tiago Lorc com Nothing But a Song...)



Imagem: Red Starlet, encontrada na net

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails