domingo, 13 de janeiro de 2008

OLHAR INFINDO


Os olhos abertos, o olhar distante aponta para uma alienação qualquer. Há tempos a cabeça se vai assim, alheia a tudo e a todos, negando ouvir e assim também negando as respostas. Ninguém sabe se o alheamento é voluntário ou se é um delírio sem causa ou causado por qualquer coisa sofrida. Mas percebe-se, pelo opaco dos olhos, que a vida dali se distanciou e talvez leve um longo tempo até retornar.


Imagem: Sinfonia by Darkview

2 de papo!:

Zuleida disse...

Tem uma outra vida, que corre por detrás dos olhos

fatima de laguna disse...

Gostei muito do que disse a Zuleida.
Muito mesmo... porque valeu tambem para mim.Cheguei ontem de viagem
e começo a por as correspondências em dia.Abraço grande daqui da Laguna, querida Jacque!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails