quinta-feira, 3 de abril de 2008

CRUCIAL


As tuas palavras pensadas
Trançadas, tricotadas, costuradas
com a linha fina da inveja pura
Não me alcançam, desiste!
Voltei de lugar muito mais longe
Do que jamais poderias sonhar
Ir um dia...
É inevitável que eu te arranhe
Essencial que eu te transtorne
para que a vida siga
o seu curso normal...
Quem serias sem a minha mente?
Onde estarias sem a minha ausência?
Agora, ereto o corpo e confiante
Adestro a mente para a vida plena
E o espírito, descansado e vivo,
conhece a paz em unidade
com todos os sinais de amor!
Sou de novo eu mesma
Eu retornei dos confins
Inteira, integrada, viva.
Eu sou. Estou. E permanecerei.



(Ao som - não distante - do mar, coloco uma imagem da internet que me faz feliz)

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails