terça-feira, 29 de abril de 2008

SÁDICA ALMA


Teu grande prazer é machucar
Tuas palavras são dentes
mordem a mão que se estende
em alegrias...
Calam a voz que avança carinhos
Tapam os sorrisos com véus indiferentes...
Gestos duros!
Quanto gosto tens nos olhos frios
Ao dizer vezes e vezes e vezes
O quanto nada e nada e nada
Nunca está, nunca é e nunca será bom...
Palavras brutas!
Tua satisfação maior é espezinhar
afundar com os pés da voz
a alma cheia de lágrimas de quem
se aproxima desavisado...
Silêncios mortais!
Para depois jubilar na incompreensão
do: mas o que foi que eu fiz?
Ironias fatais!
Corpo tão quente, tão fria alma
Falso semblante, verdadeiro deleite!
(Entre outras, agora está cantando Naoki Kanji Bedtime)
Imagem da net

2 de papo!:

Isa disse...

Como é possível que existam pessoas que sintam prazer em torturar a alma das outras, heim?
Elas não vêem a beleza do mundo que nós vemos, é triste e dá muita pena...

Beijos!!

rita disse...

Dizem que a minha falecida mãe costumava usar esta frase:
-quem boa cama faz
nela se deita!
Nada nesta vida é sem consequências!
Bjos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails