terça-feira, 26 de agosto de 2008

EFEITO QUASE BORBOLETA


Intervalos. Intermitências. Entrega. Exigências. Sequência. Laços. Afeto. Distâncias. Frequências. Falta. Excesso. Agonia. Extremo. Ponta. Ruptura. Captura. Demência. Ausência. Ponte. Nome. Altos. Baixos. Saltos. Incautos. E qualquer coisa que me leve de volta no tempo não me deixaria imune à experiência. Pausa. Reflexão. Pena. A vida vale mesmo pelo o que é exatamente agora e como ela é exatamente agora. Nada mais. Nada menos. Mudança nenhuma. Atitude alguma. O efeito borboleta na verdade é um enorme salto de elefante dentro de uma cristaleira de formigas sem trabalho que cantam, boêmias, abraçadas com cigarras na eterna noite da floresta...


(Estou em silêncio, tento me ouvir. Se eu colocar músicas agora sou capaz de me perder de vez...)

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails