segunda-feira, 6 de outubro de 2008

UMA IMAGEM NO ESPELHO



E a imagem do espelho é a tua
não mais a minha...
Desde quando?
Olho novamente e não me vejo mais.
Os traços são todos os teus
Todos os teus últimos traços.
Procuro a minha juventude
e os meus anos trazidos
pelas rugas e nem elas,
as rugas sabidas, cavadas,
mas minhas... nem elas
eu encontro mais.
No espelho eu olho e
dou de olhos com teus olhos
teus olhos tão tristes
me dizendo adeus.
E eu não estou mais lá
naquele corpo perdido
Apenas olho de dentro
e bem de dentro
procuro a ponte
para voltar...
Entre teus olhos, adeus
Entre os teus olhos e os meus
A imagem do espelho refletindo
e a lágrima secando na mão...
Na vida, fostes, fui.
No reflexo, somos.



(Eu ouço The Bravery cantando "Believe": ''... so give me something to belive..." .... As músicas as vezes entram no silêncio da gente e vão soltando tudo o que se tem vontade de libertar e muitas vezes nem se sabe como e nem porque ...

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails