sexta-feira, 6 de março de 2009

Pele e Encosto


Menina,
sai de mim
agora.
Sai de minha pele
dos meus poros
da minha carne
do meu sangue
da minha alma
da minha mente
perdida.
Eu te peço
Eu te ordeno
Eu te exorcizo.
Sai, criança sofrida
corpo dolorido
olhos marejados
braços estendidos
Sai, sai, sai...
Eu te esconjuro
tanto tempo
perdido
nesta maldição
inominável
Sai infância
conpungida
deste ser!
Sai e deixa
quem
te pede vida
outra vida
uma vida
adulta
a viver
enfim!


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails