sexta-feira, 24 de abril de 2009

Rodin: Excêntrico, Torturado e Erótico

O catálogo da exposição pode ser adquirido mesmo à distância em sites como a Amazon (45 francos suíços).









Não vou eu aqui falar da vida inteira de Auguste Rodin, o artista que não precisa de apresentações. Gosto demais de sua obra. Amo seus desenhos, suas esculturas, tudo o que realizou e que desde muito cedo fez com que se diferenciasse dos seus contemporâneos. Não ser comum é o que o faz o raro, e isto com certeza é Rodin.
Sua personalidade esculpiu sua imagem na história da arte com linhas de liberdade, revolução, tortura e paixão.
E foi de todas as cores e traços da paixão, do lado mais tênue sentido ao mais louco e feroz contido, que Rodin deu vida a desenhos e esculturas eróticas sem igual.
Em Martigny, no cantão do Valais, desde março está aberta uma exposição na Fondation Pierre Gianadda que irá até 14 de junho e que se intitula "Rodin Erotique". Como todas as exposições por lá passam, poderia se dizer apenas fantástico, que maravilha ou que ótimo!
Mas esta, é especial. Primeiramente, claro, por ser Rodin. Ele já é especial. Depois, por expor este lado de Rodin tão marcante. São trinta esculturas e setenta desenhos, todos provenientes do Museu Rodin de Paris. A exposição faz todo um apanhado e repensa o erotismo através das esculturas e traçando a evolução dos desenhos artista.
Quem gosta de arte, não se arrepende um instante da visita. São alguns instantes no paraíso. Depois da maçã, com certeza...
Visite a Fundação : http://www.gianadda.ch/

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails