terça-feira, 23 de junho de 2009

Medos Confusos


Medos, medos
confusos,
doce, fel,
olhos fechados,
medos
difusos.
Medos constantes
medos passantes
concretos
discretos
mas não obstante
medos.
Medo do que vejo
medo do que sinto
medo do que sei
e do que
não sei.
Sedução invertida,
nada divertida,
medo solução
ou solidão.
Medo de sonhar,
medo de morrer,
medos acompanham
a vontade
de viver.
Medos, confusos,
medusas,
deixam as luzes
apagadas em mim.
(Imagem Martin Iman)
(Ouvindo Miles Davis, que não tem melhor em certos momentos...)

1 de papo!:

JAMES PIZARRO disse...

Em alguns poucos momentos, o Medo é salutar, porque ajuda a sobrevivência no sentido biológico.
O medo difuso e por qualquer coisa, deixa a alma engessada. Paralisa. Asfixia.
O medo excessivo é imoral.

Bj

James Pizarro

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails