quarta-feira, 22 de julho de 2009

Culpas e Desculpas


Lágrimas salgadas,
doces,
mais amargas,
o que importa?
Depois que
a porta
se abriu,
ela só poderia
fechar.
Se eu fizer um rio
um mar
se eu morrer aqui
... só me engasgar...
Tudo o que eu quero
tudo o que eu preciso
é a culpa
é uma desculpa
para colocar a culpa
é a desculpa...
pra me desculpar
e então secar
as lágrimas
que ainda vão
que ainda são
que ainda estão
tentando sair de mim
e eu aqui
tentando segurar
tentando me segurar
para não chorar
mais.

2 de papo!:

Pauline Machado disse...

Minha querida amiga, que texto lindo!

Como me tocou!!! Como, sem saber de nada, vc conseguiu me descrever, descrever minhas ânsias, meus anseios, meus dramas, tudoooo!!!

Enfim, será que somos todas iguais, hein?

Não sei, pode ser, mas o fato mais importante é que esse texto me confortou e me deu coragem de seguir em frente e agir com o meu coração, mesmo que dê de cara com a porta(novamente). :0( ou :0)

Beijos, minha querida!

SANJAY disse...

good I like it

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails