terça-feira, 28 de julho de 2009

QUE ASSIM SEJA!


E eles adentrarão o inferno,
descalços sobre as chamas ardentes, face sofrida e ferida,
as mãos serradas, carregadas de tudo o que pilharam,
guardaram, mantiveram como tesouro sobre a terra.
Caminharão sofrendo cada passo,
as bocas fechadas, repletas de todo o mal falado,
de todo o bem negado, de tanto o quanto poderiam ter feito
e simplesmente calaram, engoliram, secaram com a terra.
Queimarão pele e ossos andando em direção a seus destinos,
com o ventre cheio das ilusões incômodas e tardias
de um longo passado acumulando tudo o que não lhes pertencia
enquanto ignoravam e viravam as costas aos que importavam na terra.
Tropeçarão nos degraus, nos caldeirões, cairão sobre as fogueiras
e no corpo sentirão os arranhões, ossos quebrados, queimados,
sangue escorrendo sobre o corpo usado para massacrar enquanto,
cegos de inveja, perambulavam como humanos na terra.
Carregarão com eles o peso de tudo o que desejaram, de tudo o que conseguiram,
porque nas fogueiras do inferno há lugar para eles e para o que almejaram.
Mas nem uma lágrima de arrependimento cairá sobre seus corpos
aliviando dores, diminuindo medos, subtraindo penas.
Entrarão no inferno e lá viverão para sempre, como viveram na terra:
sem piedade, sem vida, sem alma.
Que assim seja,
pela eternidade.

2 de papo!:

T@CITO/XANADU disse...

Certas linhas Certas!
Belíssimo, me deu vontade de reler "O inferno" de Dante.
"Deixai aqui todas as esperanças ó vós que entreis"
P A Z !
Tácito.

Pauline Machado disse...

Menina, quanta intensidade! Adorei!
Enquanto lia, só me veio à cabeça os sem coração que maltratam nossos animais! Que assim seja!

beijosss

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails