quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Meu país é o universo


A minha casa
o meu país
a minha rua
o meu mundo
tudo reflete
o que sou
e o que não
sou.


Vulnerável,
infiel e avariada,
ávida do que
nem mais há.
A inconstância
dentro e
fora
me permite
me reinveintar
sempre
o tempo todo
vidas e vidas
na mesma vida.


Quero ir bem mais, mais além das brancas nuvens
e descobrir o mais profundo das profundas águas dos oceanos,
me derramar na terra e assim fundir com toda ela e sua vida...


Ai, que eu sou
uma mulher
impermanente
impertinente
indolente
indecente
completamente
absurdamente
sem lar...
absurda
e sem lar...
abusada,
sem par.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails