sábado, 5 de setembro de 2009

Plena


Os dias vão passando e cada um que passa vai me fazendo sentir que posso ir me desfazendo de mais e mais coisas. Como num striptease lento e sensual, caminho pela vida e certas importâncias perdem-se, certos desejos deterioram-se e alguns sonhos, em detrimento de outros, são deixados para trás. Vou querendo cada vez menos coisas ao meu redor e vou abrindo os olhos para cada vez mais cores. Passo a passo sigo preenchendo o vazio dos que não libertei com as vozes que ultrapassam meus vidros. Quanto mais nua, mais plena. Quanto mais nua, mais leve. Chego a pensar que um dia destes ao abrir os olhos, ao invés de colocar os pés no chão, vou simplesmente abrir as asas...


(Ouvindo Diane Birch - Bible Bel)

4 de papo!:

Stella Tavares disse...

Esse striptease de alma é necessário. Vamos nos despindo e ao mesmo tempo agregando novas percepções. Lindas imagens, um lindo ensaio de vôo.
Bjs

jaqueline campos disse...

Caiu como uma luva...como dizem. Parabéns! adorei ! Sou amiga de Farida Issa, e gostaria muito de te colocar na Persephone...se você concordar. Bjs

Pauline Machado disse...

Mais uma vez - SENSACIONAL -

E mais uma vez - ME VI EM SEU TEXTO!

Sinto-me como em processo de metamorfose, me descobrindo, me redescobrindo, me mudando, me soltando, me achando, me conhecendo!

Beijos, minha queridaaaaaa!!!

Jacqueline disse...

Oi Jaqueline, com o maior prazer. Gosto muito do seu blog. Abços!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails