sábado, 31 de outubro de 2009

Saudades Soltas


Dois anos que a mãe se foi em julho e logo em seguida, dois anos hoje, ele se mandou também. Sinto uma falta danada. Ainda não aprendi a viver sem. Sei que o tempo é o remédio, que ele a gente deve tomá-lo em gotas, comprimidos, com colher, garganta abaixo, de qualquer jeito, mas tá duro. Poxa pai, que saudades... que droga!

1 de papo!:

Anônimo disse...

Minha miguinha kilida que tão doce imagem!Que bela recordação. Aqui agora beirando à meia noite foi bom vir visitá-la pois pude encontrar esta fotografia que transmite sentimentos tão bons.Daqui direto da praia do Mar grosso, na tua Laguna amada, vai beijo da Fatima.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails