sábado, 10 de outubro de 2009

Existência nas linhas


Quando eu me for, amarga ou doce, deste sonho
algumas de minhas linhas talvez ecoem pela vida
em corações varando o mundo sem guarida
farão parada, serão bálsamo ao antes enfadonho.


Só os apaixonados mergulham com tanta certeza
de um uma vez partidos, corações e vida, regressar,
e mesmo não querendo deixam de si ao se expressar
partindo em gotas, caindo em gotas, suas riquezas.

Coisas da paixão, do ato de se apaixonar pela própria existência
desde sonho partirei sabendo da realidade imensa
vívida em mim como uma outra alma intensa.

E enquanto aqui continuo dormindo e no sono caminhando
pensando poeta escrevo, deixo traços na areia que vão se apagando
e os quais vou reescrevendo por paixão, loucura ou pura insistência...


(Neste sábado de chuva, ouço o CD de Diane Birch, neste momento cantando "Nothing But A Miracle")

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails