terça-feira, 20 de outubro de 2009

Imprevista


Gosto de fazer surpresas
para mim.
Supresas devolvem
sorrisos perdidos
e trazem de volta
antigos sentidos...
Eu gosto de ser
surpreendente
e inopidamente
surgir, causar
e ser
imprevista!
Redescobrir fascínios
reinventar estados
ser febril.
Surpresas são infantis
são jovens, são paixão.
A rotina simplesmente
é, faz e torna tudo
senil.



(Ouvindo Patricia Barber cantar Cole Porter)
Imagem de Adam Chilson

1 de papo!:

HSLO disse...

Amei o texto...nossa quanta sensualidade.



abraços


Hugo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails