quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Contra as gotas


Como uma gota
pingando
excessiva
e ecoando...
Pingo, após pingo,
ruídos teimosos
ignorando a paz,
musicando o
ambiente
com a canção
dos infernos.
Repetidos,
barulhos repetidos,
pingo, pingo, pingo
Iguais e repetidos,
incessantes.
Tão distante
da solta e viva
chuva que caía
outrora.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails