sábado, 7 de novembro de 2009

Infâmias da Paciência


A resignação é a que faz dizer: Sim, é verdade, está bom, tudo ok. Paciência tantas vezes é confundida com perserverança que fazem delas duas virtudes. Mas enquanto a segunda realmente o é, pois perserverar não permite a renúncia e consequentemente leve à solidez de saborosas vitórias, a primeira amarga agonias. O peito que bate inquieto enquanto os lábios teimosos continuam a assentir e sorrir, acaba por se aquietar e ver nascer na face esmorecida pela aquiescência uma dor invisível. A paciência mata. Doce e lentamente, aniquila o vívido semblante e de dentro dele toda o ardor de quem a arbora e mantém.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails