terça-feira, 17 de novembro de 2009

Visão Turva


O que mais eu sou quando passo
diante dos teus olhos,
além da sombra
de quem fui?
Ando distante, tão distante andas
e eu já nem sei se te interesso
se ainda posso, destes meus escombros
recobrar o viço.
A beleza que estava dentro está por fora
e a que estava fora agora só tão dentro
e dentro ou fora do que sou
agora
está o que fui
e o que sempre serei.
Mas e o que vês? O que vês de mim?
Ouves a voz e te perguntas:
onde está?
Olhas para os lados e te questionas:
onde foi?
Enquanto isto, passo as horas e o tempo
passa,
levando de mim e nada trazendo
além da indecente e triste
experiência.
E tu, enquanto passa o tempo, vais com
as horas,
seguindo olhares, corpos e... quem disse?
outra existência.


(Ouvindo músicas que não me deixam só...)

Imagem de Jeff Stephens

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails