terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Viço


Mesmo amordaçada,
com os ouvidos lacrados,
as mãos amarradas
e os olhos perfurados...


Atravessarei as pontes
seguirei as estradas


Mesmo com o grito abafado
com as músicas caladas,
a inspiração cortada
e os pés atados...


Cruzarei os montes
andarei pelos cortados
Chegarei ao horizonte
com o coração despertado.



(Ouvindo:You Can't Always Get What You Want, Rolling Stones)

1 de papo!:

Anônimo disse...

ola, adoro o seu blog....esta poesia traduz tudo que sinto neste momento...em relaçao a toda essa sujeira política que assombra a Ilha de Santa Catarina, o Brasil e o mundo. E nós, desesperados...seguimos amarrados.
Parabens...pela poesia, e pelo novo "look" do blog.
Bom gosto, moderno e feminino.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails