quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Vozes para o coração


Há vozes no silêncio.
Daquelas que te olham
e pensam contigo.
E o silêncio é quase um abismo
Uma janela aberta, escancarada
Vislumbrando a vida passada
a presente e a que talvez
virá.
Da troca de olhares e
mudas palavras
sente o coração se precisa,
ou não,
acelerar, se reservar
ou meramente,
silenciar.

(Ouvindo Simone, depois de muito, muito silêncio...)

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails