quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sob o mundo

Lá fora o mundo corria
como sangue.
Vidas e vidas
jorrando sob o sol.
Dentro dele um sussuro,
um pedido mudo:
te encolhe,
te cobre,
te esconde...
E ele adormeceu.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails