sábado, 3 de julho de 2010

Olhos bem tapados


Cortinas de fumaça existem
para mostrar o fogo
não para escondê-lo.
Cortinas enfeitam,
fazem de conta
tiram de trás das janelas
o imeditato.
Cortinas não são portas.
Não têm fechaduras.
Não têm chaves.
Se retirar o adorno,
descortina
o real.
Mas quem quer
uma janela sem...
cortina?
Quem quer ver o fogo?
Quem quer se arriscar?
Cortinas disfarçam
e sendo disfarce
dão paz.

1 de papo!:

Fanzine Episódio Cultural disse...

ASAS
(Pacto dos Anjos)

Você era um anjo
Que decidiu voltar às estrelas
Implorei para que não fosse
Nas estrofes de um singelo poema.

“Meu Sonho”, eu lhe dediquei,
Mas, ao ouvi-lo, partiu,
Em silêncio permaneci e chorei...

Mas, como por encanto retornou...

Levou-me para bem longe
Próximo à beira do mar.
Retirou suas asas
Oferecendo-as às ondas insanas.

Bem longe dali, uma criança triste estava,
Sem esperança de andar e de viver.
As ondas, agora serenas,
Entregaram-lhe um presente...

Ao tocá-las, seus pés se moveram,
Seu coração voltou a bater mais feliz,
Sua alma e seu espírito outrora em conflitos
Em paz agora estavam em vigília...


*poema de Agamenon Troyan, autor do livro
(O Anjo e a Tempestade)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails