quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O EXÍLIO


Uma linha tem duas pontas. O que há no meio delas não pertence a ponta alguma e nem é ponte. O meio da linha, sem a impertinência das pontas, apenas permanece. Mas é impermanente que se situa. Exilado das pontas que se encostam e amarradas pertencem a outro mundo.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails