quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

A EMOÇÃO DA VIDA


Adiante está o caminho a seguir
e seguindo poderia ir tão longe...
Mas faço curvas
e nas curvas me perco e me alinho
encontrando outros horizontes
...tropeçando aos montes
caindo e levantando sem conta...
Todo o caminho traçado era talvez o destino
e todas as curvas perdidas e achadas
não tinham nome senão o de surpresas
e tão bom foi percorrer assim a minha estrada
desavisada e vivendo de encontros inesperados
que hoje, mesmo se ainda avisto o velho caminho
deixo estar e sorrio... eu não sou predisposta à fatalidade
sou sim, filha da eternidade
com a brevidade
traçando e retraçando espaços
e preenchendo-os com a emoção
da vida.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails