quinta-feira, 16 de junho de 2011

Do desejo de voar que medrava em mim


Hoje eu vou ficar entre as nuvens
me balançar no vento
soltar os cabelos
e as ideias
deixar as asas dobradas
e voar sem...
Vou arriscar palpites
sem escolher momentos
ver se me rebelo
contra as plateias
que me observam intimidadas
sem voar...
Daqui do meio do céu
de cor sem azul, tão cinzento
vejo o mundo, um farelo
do pão da grande assembleia
dos que esperam acorrentados
para um dia voar...
E eu voo
alço voo
quando sonho e
quando acordo
eu voo...
De olhos fechados
e braços atados
quando sonho e
quando acordo
eu voo...
Por trás de mim ficam rastros de uma luz fazendo desenhos.
A luz dos anjos que me guiam e que comigo tenho.
Por eles eu voo
por mim eu voo
e alcanço além e além e além até pousar em terra firme e dizer
amém.

(Imagem: Loris Images)

1 de papo!:

Pia Fraus disse...

tem selo para o Certas Linhas lá no Pia...

beijo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails