quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Frases soltas

O tempo lambe as nossas feridas e, da sua saliva sai o bálsamo que nos cura de todo e qualquer mal.

Para não dizer que tenho hábitos, falo em manias. Para não falar de defeitos, falo em qualidades desfocadas. E tudo o que é bom fica com o mesmo nome que se mudar para aumentar só vira problema. Mais não é melhor e menos não é pior. Mas demais sempre é demais.

Toda manhã descortina seu véu mostrando lentamente a luz que nos envolverá durante o dia: será brilhante de sol? será cinza? trará a chuva amena ou forte? Toda manhã se abre e, como se braços abertos tivesse, nos abraça e mostra a vida...
 
Posso passar horas olhando o céu, enquanto cato estrelas no chão...

Esperar que algo aconteça na sua vida sem fazer nada é o mesmo que ficar esperando pra comer maçã de uma árvore que nunca foi plantada!

Pequenas coisas que fazem um enorme bem: um abraço, uma oração, uma palavra, um pote de sorvete, o olhar do cachorro amigo, um bilhete (e-mail) de amizade...
 
Alívio? Alívio a aquela sensação meio geladinha que dá na gente depois de ter todo o calor e o peso do mundo passando pelas nossas costas...

Pessoas desonestas são como doenças: por mais remédio que você tome, por mais cura que consiga alcançar, nunca esquecerá que as teve por perto!

Algumas lembranças são feitas de momentos vividos temperados pelo desejo de como gostaríamos que estes mesmos momentos tivessem sido.


Some-se ao fato de minha alma andar por aí divagando, o corpo que, adormecido, anseia um sono que não vem. Chamam de insônia, meu estado de latência quase breve. Eu chamo agonia. Porque de dentro do cárcere vivo, nem voz e nem gestos me revelam. Por quanto tempo?


Comparações na parede. E nos olhares. Sombras em jogo sutil fazendo brincadeiras. Psiu! A vela apagou. Partiram as sombras, o jogo acabou. Por dentro do escuro continuam os olhares. Recomeçou o jogo.


Eu preciso de muitos sonhos para viver: dos meus sonhos da infância, misturados com doce de leite; dos sonhos de adolescente, permeados de perfume e fantasias; dos sonhos grandes de gente grande, fincados na terra da realidade. Preciso deles para saber que serei sempre capaz de voar. E se alguns viraram verdade e outros se transfomaram em quimeras, o importante é que todos ainda vivem em mim.



1 de papo!:

Universo Paralelo disse...

Precisava sentir esse alívio de todo o peso do mundo passando pelas minhas costas e indo embora, adorei as frases, beijos e bom dia!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails