quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Doce espera

Te espero em mim
Como se espera a morte:
Com o desejo que não venha nunca
E a certeza de que virá
Mesmo que eu não queira...
...Desejos são portas abertas
Em corpos fechados...
Te espero e em mim já tudo se prepara
O coração e as cicatrizes se lançaram
No mar de amor que emana
Dos meus olhos...



3 de papo!:

Universo Paralelo disse...

A espera traz pra nós grandes esperanças, que um dia ainda alcançam os nossos passos, e chegam ate o nosso coração, e acreditar é o caminho certo pra que tudo aconteça, lindo poema, beijos e bom dia!

Mônika . G disse...

Poema lindo. Parabéns *-*

Mônika disse...

Oie,lindo poema!parabéns, eu simplismente adorei ' *-*

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails