quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Frases soltas

Não tenho tempo para falar das coisas que sinto. O que sinto é tão urgente que me devora antes de qualquer som. Balbucio.


Pode-se amar sem querer. E querer sem amar? Se querer é poder, amar também tem poder?


Nasceram de mim folhas de uma tristeza verde, quase azul... Meus pés, enraizados na terra úmida, nem se mexeram. Só a flor no meu peito suspirou.


Às vezes na vida você recebe exatamente o inverso daquilo que faz. Se fez o bem e o correto, favor esperar pelo céu porque aqui na terra, paciência!, não há muito o que esperar.

Desenho os riscos e ando sobre eles. Não corro deles. Arrisco.

Ganhar ou perder. Mérito, acaso, sorte, oportunidade...?

Borrão sem forma.
No papel estendida,
chora a lágrima 

Não deixo rastros quando passo. Deixo lembranças. Em todos os traços que faço, esperanças.

4 de papo!:

Evelyn Cieszynski disse...

Estava pensando o que poderia comentar sobre a escrita. Mas não vinha nada na cabeça que pudesse dizer o que senti. Nesse momento, o siêncio diz mais que palavras...

Anônimo disse...

Adorei.Bj daqui do Mar Grosso.
Fatima

Jacqueline disse...

Certamente Evely, o silêncio é mestre! bjos!

Jacqueline disse...

bjokas aí pro Mar Grosso dona Fátima!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails