terça-feira, 18 de outubro de 2011

De onde venho

De onde venho os caminhos são feitos de poesia
Há estrelas pelo chão
e um infinito mar que todos os dias se encontra com o céu.
De onde venho, as gentes são feitas de amor e só por amor sabem agir...
Há um vale de lágrimas e por cima dele vê-se as montanhas de fé
Segurando altivas um sol brilhante do calor das almas felizes...
De onde venho as casas são feitas de abraços
e as cercas dos jardins são feitas de flores sem espinhos.
Venho de um sonho, o sonho que tive acordada
Enquanto pensava na vontade infinita que tenho
de nunca mais ver, ouvir ou sentir o mal.
E o sonho de onde venho tem as portas abertas
para todos os que viverem a palavra amor!


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails