quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Para bem viver

Não calo em mim
o que no coração dorme
mas deixo fluir...
Já me descontruí tantas vezes
quanto foi necessário para me reconstruir!
Paraíso
Paradoxo
Paradeiro
Paradouro
Parafernália
Para tudo que a minha voz
quer sair...
E eu quero o mundo
pouco importa o seu tamanho
a minha fome é ainda maior...
E se minhas ideias variam e vadiam
meus sonhos descansam em meio ao inferno!
O resto de mim faz festa
e em minha cabeça faltam
parafusos...
para-raios...
para continuar...
mas eu continuo
sou invencível
quando acredito ser.
O que quero é apenas viver...
E eu vivo... estou e sou viva!


Imagem by beyzayildirim77

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails