segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Poeminha 16



Meus passos te procuram
sentem tua aproximação
e se fazem leves.
Querem sentir a surpresa
do encontro.
Meus passos querem o desassossego das curvas da estrada
querem tuas saídas e entradas
querem o furor da descoberta, redescoberta, as cobertas, dentro e fora delas...
Tudo para te sentir inteiramente.
E assim poder, enfim, parar.
No meio da estrada, do nada, parar e te amar.

Foto by Widjita

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails