sexta-feira, 2 de março de 2012

De dentro de mim



Algumas vezes me mudo completamente para dentro de mim. Lá de dentro, janelas e portas fechadas, observo vagarosa o mundo rodar. Ele roda e eu parada não quero rodar com ele. Fico quieta, deito os olhos sobre o mar imenso que são as emoções estendidas sob meu corpo. Elas vêm do meu corpo. Sinto que saíram de mim e continuam a sair, assim como se fosse um rio que corresse agoniado encontrar o mar. Este mar... Sentada no meu cantinho observo. Posso saltar de um instante para o outro e ali me afogar. Ou posso esperar secar. De qualquer jeito, hoje é o dia em que estou aqui dentro de mim. Qualquer hora eu saio, qualquer hora eu volto. Só não agora.





Imagem by Mabahe

1 de papo!:

Sônia Amorim disse...

São momentos esses necessários para que tenhamos uma reflexão melhor de tudo que vivemos, do que estamos sentindo e o que nesse momento precisamos, é uma forma de saber a que caminho seguir e consertar pequenos erros, lindo post, bom dia!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails