sábado, 25 de agosto de 2012

REENCONTRO PERFEITO


Reencontraram-se. Reconheceram-se. Olho no olho, olho bem dentro do olho. Foi um instante preciso e nem um programa de reconhecimento facial seria tão eficaz. E também nem eram, nenhum dos dois, bom fisionomistas.  Estavam lá, parados, agora sorrindo. Simplesmente porque as memórias boas tomaram conta, voltaram anos de fato e de idade. Voltaram a ser os dois namorados de quinze anos que, apaixonados, construíram lembranças para toda uma vida. Reconheceram-se e todo o sentimento voltou.


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails