sábado, 19 de outubro de 2013

Palavras e palavras


De minha boca saem palavras santas e profanas
que muitas vezes antes
nem foram pensamento.
Eu cuspo fogo
Vomito água
Engulo sapos.
De minha boca saem palavras mantras e humanas
que foram talvez antes
sentimento.
Eu transpiro dor
e amor.
Eu rimo com a vida
e dela me inspiro. 
Para jogar no ar palavras escritas
não ditas
malditas
explícitas.
E depois guardá-las no papel eterno do livro
a ser lido.


Imagem by PSHoudini



 

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails