sexta-feira, 1 de novembro de 2013

AS VOLTAS DO TEMPO

Lá fora a hora passa
os dias não se contam mais
Dentro de mim as horas se arrastam
eu permaneço quem fui.
me vejo a mesma e sem idade
a mesma vitalidade
Os sonhos pueris
Sonhos gentis
que oferecem um futuro
já presente.
Creio que o tempo fez a volta longe, longe, longe...
sobre o meu corpo
sem tocar a alma.
Dentro de mim o tempo nem nunca passou.

Imagem by Holunder



0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails