quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Do amargo de um sonho

A estupidez
insensatez
de um coração abandonado.
A escassez
de sentimento.
O vazio de um sonho
que ao acordar desperta o mundo
e em um segundo
entristece a vida.
Sonhei contigo.
E daí? Me dizem as lembranças...
tudo se transformará em pó
na manhã.
Não há volta
não se pode dar voltas
no passado.

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails