segunda-feira, 30 de junho de 2014

Dor e vida

Faltam-me palavras...
falta-me tempo
falta-me vontade.
Aqui neste limbo da dor
sinto-a grave.
Mas..
Não há morte.
Apenas uma espécie
de paralisia dos sentidos.
Falta-me a visão esclarecedora
do que seria senão...
Se não fosse esta perplexidade
se não fosse o absurdo da inércia..
se não fosse...
E o que conforta é a vida,
porque dor é vida...
é sinal de vida...
é parte da vida...
Apenas falta-me saber
como agradecer
o que ainda não aprendi
a entender.


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails