segunda-feira, 16 de junho de 2014

Eu te vejo como tu és!

Depois de tudo, ainda um sorriso
Depois de tanto, ainda um abraço.
Foram as mentiras que pesaram mais
ou foi apenas o peso de qualquer palavra dita?
Malditas...
O olhar traiçoeiro e o riso sem nexo
O passo a mais que ultrapassou o limite
Fecha a boca!
Para que não saiam dela cobras
Para que dela não se sinta nela enxofre.
Cruza os braços!
Que todos os gestos serão somados
aos olhares e às palavras ruins.
Eu te vejo como tu és
eu te vejo como tu és
eu te vejo como tu és.
E nenhuma máscara esconderá tua fealdade.
E nenhuma maquiagem esconderá tua falsidade.
Eu te vejo como tu és.
Eu te vejo como tu és...!

Imagem by Saerah Haytch


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails