terça-feira, 24 de junho de 2014

Quando o rio secou

Vi o rio secar.
Mas não de repente.
Lentamente.
De trás pra frente, como num filme voltando...
As águas abundantes, corredeiras alegres
as águas aos poucos se esvaindo...
até ficar apenas o leito
seco.
Nenhuma gota de água.
Apenas uma flor nascida da terra molhada
continuava lá.
E me deu uma vontade imensa
de voltar tudo...
só para ver novamente
as águas correrem livres e fartas...
o rio levando com ele em sua história
toda a vida que poderia levar...
Mas já era tarde.
O rio estava seco
e eu precisava acordar.


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails