quarta-feira, 23 de julho de 2014

A dor de um dia

Não sinto sua falta.
Pelo menos não do jeito que pensei.
O céu em seu infinito azul
o sol, a chuva, as estrelas e o canto dos pássaros...
as letras que se tornam palavras
o caminhar do dia que segue...
Tudo isto me preenche e preenche meus dias.
Se minha voz custa a sair
é porque ela ainda está trancada ao lado do coração.
Sem chave para sair, ela engasga e fica lá...
Até o dia em que tudo se for...
a dor
a dor
a dor...
até o dia em que ela se for...
E se tornar lembrança triste, depois somente lembrança
e um dia, quem sabe, ser somente esquecimento.

 
Imagem by ssuunnddeeww

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails