sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Fim de discussão

Não fuja de si, não fuja de mim.
A fuga não levará você tão longe
quanto a realidade
da presença.
A minha e a sua, juntas.
Fique. Permaneça, esteja, seja.
Dê vazão aos ensejos
os desejos do corpo
não mascaram os da alma.
Calma!
Tudo o que você é importa.
Não saia por aquela porta.
Ou saia.
Se não quiser voltar mais.


0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails