quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Tempo de amar


Tenho tempo ainda, tempo suficiente
Para andar por aí, nua, displicente
O corpo nu, a alma nua, a cabeça nua...


E o tempo que tenho, me doo, sou tua
Em casa, no mundo, nos sonhos, na rua
Onde o amor nos fizer gente...

Tenho uma paixão secreta por teus olhos marrons.

Na verdade, sou apaixonada por todos os teus tons.

Imagem by Napalmnacey

0 de papo!:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails