quarta-feira, 15 de julho de 2015

Totalidade

Põe na minha mão
a flor do teu desejo.
Que eu não sei de nada
Além da vontade
de te fazer feliz.
Tua felicidade
é a minha
porque já me completei
há tanto tempo!
Me completei acreditando em mim
fazendo caminhos escarpados
que me renderam tombos,
mas também a visão única
de flores perdidas.
Deixei de ser partes há tanto tempo!
Deixei de ser partes para ser toda
em emoções, arranhões, cortes e suturas...
Cicatrizes de corpo e alma!
Por isto hoje eu posso te pedir sem constrangimento
e sem medo:
Põe na minha mão, confia...
a flor do teu desejo...
Porque eu sou feliz, eu posso também
te fazer feliz!


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails